Coaching feminino aprimora o diálogo para impulsionar desenvolvimento pessoal e profissional

nov 25, 2011   //   by amilcar   //   Notícias, Sem categoria  //  Nenhum Comentário

A junção da metodologia de coaching e da tradição ancestral de círculos de diálogos tem produzido bons resultados para mulheres que se deparam com novos desafios, necessidade de mudanças e o desejo de traçar e alcançar objetivos mais ambiciosos no ambiente empresarial. O trabalho realizado em pequenos grupos, aposta na habilidade feminina de conversar e no apoio e no encorajamento comprovadamente encontrados ente integrantes de grupos com interesses comuns. Ainda que tenham vidas e perfis muito diferentes, todas encontram muitos pontos em comum entre si, contribuindo sobremaneira para o sucesso dessa experiência.

Foi o que aconteceu com Cláudia Janoni, secretária-executiva de uma multinacional, que resolveu participar de um dos grupos para acelerar seu desenvolvimento profissional: “durante os encontros, eu percebia, através dos problemas de outras pessoas, os meus próprios. Assim, consegui perceber dificuldades e conflitos que jamais me passaram pela cabeça existirem. Nessa troca de experiências, ajudava às demais, com a minha visão de fora, e a mim mesma”.

Cláudia conta que, em decorrência dos encontros, obteve mais segurança e motivação para sua atuação profissional, o que a permitiu traçar novas metas e tomar iniciativas mais ousadas para alcançá-las. Mas ela alerta para uma condição essencial para o sucesso do trabalho: “o participante tem que estar aberto e disposto a rever suas questões pessoais. A gente sempre se surpreende com o que surge no grupo”.

Mulheres têm fama de falar demais. Isso faz parte da sua natureza, embora cada uma desenvolva essa habilidade a sua maneira. Nos grupos de coaching feminino, essa qualidade é plenamente aproveitada, criando-se um espaço de confiança capaz de abrigar conversas relevantes e conduzir à resolução de questões e à revisão de objetivos profissionais e pessoais, entre outros benefícios, através de uma visão mais ampla da realidade. O Sistema ISOR® oferece uma estrutura de trabalho perfeita para condução desses grupos, a medida em que permite a análise e o aprofundamento de situações pertinentes ao Universo feminino.

O trabalho voltado para mulheres surgiu naturalmente, a partir da observação dos resultados obtidos pelas participantes em diferentes grupos formados dentro e fora dos ambientes organizacionais. Pequenas mudanças começam a ocorrer a partir do primeiro encontro, mas isso só acontece em virtude das habilidades inatas de conversar, integrar e acolher de cada uma das integrantes do grupo. Tanto que muitas usam a palavra “mágica” para descrever os resultados obtidos ao longo do processo. O papel da facilitadora é, então, o de conduzi-las pelo caminho das questões relevantes, dos pontos convergentes e de tudo mais que surge em cada encontro, tornando cada agenda realizada singular.

O mais importante, no entanto, nessa proposta, é a possibilidade de resgatar o que as mulheres têm de melhor: seu lado feminino, dotado de apurada intuição e da vontade genuína de fazer bem ao próximo. Nas reuniões do grupo, todas revivem o tempo de suas avós e bisavós, que, em ‘conversas de comadres’, conseguiam solucionar muitas das questões que as afligiam, mais voltadas para conduta com filhos, cônjuges e o próprio corpo. Hoje, mesmo diante da complexidade das questões contemporâneas, percebe-se a perda do hábito de conversar sobre o que é realmente importante. A poeira emocional é jogada para baixo de tapetes internos e, para piorar, ainda há o mito de que mulheres não são amigas umas das outras, o que faz com que muitas se sintam ainda mais sós e não compartilhem seus problemas, desejos e dúvidas. Dentre tantas outras conquistas, o resgate desse elo feminino representa uma bela oportunidade de seguir adiante com mais força, sabendo-se apoiada por essa “mágica” energia.

Fonte: Holos

Contato Rápido




Envie um comentário